domingo, 6 de fevereiro de 2011

Décimo Segundo Ato: Sobre como funciona a solidão

Há raros momentos em que o sentimento da solidão se apossa de mim e me entrego a dor de um abismo escuro com a mesma sensação de queda, me torturo e me desnorteio...

Porque na verdade, acabo desejando ainda mais a solidão.

A dor da solidão funciona em mim sempre lembrando que a dor do amor é ainda mais impossível de suportar.

Então eu caio, caio e caio...

3 comentários:

Gueixa disse...

Não sei se a dor do amor é mais ou menos suportável.
Sei é que as escolhas pelo que vou sofrer ou não, também são minhas.
E essa responsabilidade, minhas escolhas, é o que me faz crescer...Também é que me faz sofrer. E me torna um ser único.
No início,no nascimento, e no final,na morte, estivemos e estaremos sozinhos mesmo...Eu sigo treinando.
Bejos pra você.
Gueixa

FOXX disse...

vc me lembrou o Caio F...

agora...
dor do amor?
nunca conheci nem ouvi falar...
agora dor do fim do amor
essa as pessoas costumam mto reclamar, na minha opinião, por simples birra de criança mimada.

asmemoriasdela disse...

Nunca encontrei uma pessoa que me entendesse tão bem como tu... Opostos que se conectam... Somehow...


Kiss 4 u


http://asmemoriasdela.wordpress.com/ Passa lá.